NOTÍCIAS

AAFBB comemora Dia do Aposentado no Rio

AAFBB | Sede Social

28 de janeiro de 2020

A AAFBB comemorou ontem, em sua Sede Social, no Rio de Janeiro, o Dia Nacional do Aposentado, reunindo associados para uma tarde repleta de atividades, que incluiu sessão de triagem auditiva, um bate papo sobre como aproveitar o tempo depois da aposentadoria e a apresentação musical do grupo Batuque Carioca.

Na triagem auditiva, as fonoaudiólogas Gisele Aquino e Carla Figueiredo atenderam os associados que tinham interesse em realizar o teste de audição. “Nesse tipo de atendimento é muito comum constatarmos alterações auditivas por conta da idade, que muitas vezes a própria pessoa não percebe. Em alguns casos nós aqui já até podemos fazer a indicação para utilização do aparelho auditivo”, esclarece Gisele.

A Cassi abona em 100% a aquisição do aparelho auditivo, no caso de patologias irreversíveis, limitada à tabela da Caixa de Assistência, que possui valores para cada estado. Para a autorização prévia, o interessado deve comparecer a qualquer unidade da Cassi munido do pedido médico e da audiometria.

No salão decorado para o evento, a presidente da AAFBB, Loreni de Senger, deu as boas-vindas aos participantes, destacando a alegria de receber os associados para uma tarde agradável, descontraída e de integração. “Nosso objetivo aqui, hoje, é de que vocês saiam com uma mensagem muito importante sobre o tempo depois da aposentadoria, pois, o que não pode faltar em nossas vidas, é o desejo de fazer alguma coisa”, afirmou.

Loreni apresentou para a plateia um vídeo da estilista paulista Helena Schargel, de 79 anos, contando sua experiência de vida pós-aposentadoria e o que fazer com o nosso tempo depois da saída do mercado de trabalho. Em seguida, a presidente convidou um grupo de associados que contaram como a AAFBB pode ajudar a aproveitar o tempo disponível e merecido com a aposentadoria.

         

Leandro Nascimento é professor de dança de salão na AAFBB há seis anos e fez um trabalho que, segundo ele, “tem como objetivo a aprendizagem, mas também a interação, a socialização, a integração e a diversão dos alunos”. As aulas acontecem às quartas-feiras, das 17h às 18h.

Para o maestro José Cândido, há 20 anos à frente do Coral da AAFBB, a música tem o poder de levar emoção e alegria aos que cantam e aos que ouvem. Por isso o Coral, integrado por aposentados e pensionistas do BB, faz apresentações em hospitais e asilos. Os ensaios do Coral da AAFBB acontecem às terças-feiras, das 15h às 17h.

Marlene Cardoso é sócia da AAFBB há 11 anos e quando ficou viúva, há três anos, descobriu-se solitária e triste. Como pensionista do BB, procurou a Cassi em busca de ajuda e ali recebeu a indicação de que procurasse o serviço social da Associação.

– Aqui eu me encontrei. As atividades, como a dança de salão e o ateliê da memória me levaram à integração, funcionaram como uma terapia. Fiz novos amigos, adoro as aulas e frequentar a Sede Campestre, em Xerém.

Já Francisco Carnevale, aposentado do BB há 18 anos e sócio da AAFBB há quase 30 anos, com a aposentadoria veio a oportunidade de realizar outros sonhos e de desenvolver novos talentos. Há cerca de um ano e meio ele se dedica à pintura de quadros e já participou de exposições em Gramado (RS) e no Shopping dos Antiquários, em Copacabana. “Prazeres não tem idade”, comenta Carnevale.

O evento foi encerrado com música boa, executada pelo grupo Batuque Carioca.

Confira as fotos do evento em nossa página, no Facebook.

VEJA TAMBÉM