NOTÍCIAS

Eleições Previ 2020: fique por dentro

PREVI | Sede Social

2 de julho de 2020

No período de 13 a 27 de julho, aposentados, pensionistas e o pessoal da ativa do Banco do Brasil, escolherão, através de seu voto, os representantes para a Diretoria e Conselhos da Previ.

Serão eleitos o diretor de Seguridade, dois membros titulares e dois suplentes para o Conselho Deliberativo, um titular e um suplente para o Conselho Fiscal, e um titular e um suplente para os Conselhos Consultivos do Plano 1 e do Previ Futuro.

Porque participar das eleições
Seu voto é importante para que a Previ mantenha seu sistema de gestão transparente e democrático. Quem vota ajuda a escolher os dirigentes que irão cuidar do seu próprio patrimônio, ou seja, dos recursos que vão assegurar de maneira segura, sustentável e eficiente as suas aposentadorias.

Importância da eleição
O modelo de governança participativa assegura o equilíbrio representativo entre patrocinador e associados, com paridade na Diretoria Executiva e nos Conselhos. Com isso, os participantes podem defender seus interesses.

Este modelo garante que haja renovação nos quadros sem ruptura na continuidade administrativa, uma vez que parte dos dirigentes e conselheiros se mantêm.

O processo eleitoral
Nas eleições Previ, os participantes não votam em candidatos individualmente, mas sim nas chapas completas que se apresentam para os cargos em disputa. Por isso, você tem plena condição de fazer uma escolha consciente que pode ajudar, de fato, a construir o seu futuro e o da Previ.

Quem pode votar
Todos os participantes e assistidos maiores de 18 anos e inscritos nos planos de benefícios até 31 de janeiro de 2020.

Como votar
Pelo site, pelo App Previ ou pelos terminais de autoatendimento (TAAs) do Banco do Brasil. Quem for da ativa também poderá votar pelo SisBB. Na eleição deste ano, não haverá votação por telefone.

Quem é quem nas Eleições 2020

CHAPA 1 PREVI PARA O ASSOCIADO

Diretoria de Seguridade – WAGNER DE SOUSA NASCIMENTO
De Minas Gerais. Associado do Previ Futuro. No BB desde 2002. Formado em Administração pela Universidade Federal de Viçosa. Pós-graduado em Gestão Previdenciária, Auditoria e Controladoria. Tem experiência em contabilidade, administração e gestão pública. Certificado pelo ICSS como Administrador de Fundos de Pensão. Foi conselheiro consultivo eleito do Previ Futuro e coordenou aquele colegiado. É conselheiro deliberativo eleito da Previ. É diretor do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte. Coordenou a Comissão de Empresa dos Funcionários do BB.

Confira algumas das propostas:
• Contra a privatização do BB;
• Pelo fortalecimento da Previ;
• Defender a gestão paritária com eleição de metade dos dirigentes;
• Proteger a Previ de interferências do governo e do mercado;
•Reduzir taxa de carregamento para 3%;
• Controlar e reduzir as despesas administrativas;
• Manter o convênio com o INSS;
• Incluir no estatuto a obrigatoriedade de representação dos dois planos nos órgãos estatutários.

CHAPA 2 MAIS UNIÃO

Diretoria de Seguridade  – ÍTALO LAZZAROTTO JÚNIOR
Atual Gerente da Div. de Compliance em Mercado Financeiro e de Capitais no Rio de Janeiro-RJ, gerenciou também as Regionais de Controles Internos de São Paulo – SP, Belo Horizonte – MG, Porto Alegre – RS e a Unidade de Ouvidoria Externa-BB, em Brasília-DF. Tomou posse no BB em Pirassununga-SP, em 1998. Atuou no Varejo, Atacado, Unidades de Apoio e Estratégicas. Na PREVI foi conselheiro eleito, onde atuou como Coord. do Cons. Consultivo do Previ Futuro. Na ANABB, coordenou o GT Temático de Previdência. Pós-graduado em Auditoria e Perícia Contábil e Graduado em Adm. de Empresas.

Confira algumas das propostas:
• Aprimorar o atual modelo de governança que protege a PREVI, priorizando a experiência em gestão;
• Desenvolver estratégias para blindar a PREVI de ameaças externas;
• Implantar Programa de Eficiência, visando a redução de despesas;
• Buscar a reparação de prejuízos nos casos de configuração de culpa ou dolo de pessoas ou empresas na esfera criminal ou cível, com trânsito em julgado, que envolver direta ou indiretamente prejuízos à PREVI;
• Fortalecer a ouvidoria;
• Aproximar a Previ dos associados com a modernização dos meios de comunicação que permita receber e tratar as suas demandas de forma satisfatória;
• Instituir modelo de atendimento humanizado ao associado;
• Atuar pela erradicação de qualquer privilégio remuneratório e regalias.

Confira a composição, o currículo dos candidatos e as propostas de cada Chapa na íntegra aqui.

VEJA TAMBÉM