NOTÍCIAS

Porque SIM

CASSI | Sede Social

24 de setembro de 2018

O posicionamento favorável ao sim da AAFBB passou por uma análise criteriosa das alterações propostas pelo BB e pela certeza de que, depois de meses de intensas negociações e discussões, não haverá nova proposta diferente do que se chegou até aqui, garantindo a continuidade da Cassi.

Conheça os argumentos que embasaram a decisão no SIM.

Enquadramento à Resolução CGPAR 23
Enquanto o estatuto da Cassi não for adaptado às novas regras instituídas pela CGPAR 23, o plano ficará fechado ao ingresso de novos associados. Sem novas inscrições ao plano, ficará inviável a manutenção financeira da Caixa de Assistência, o que implicará no não pagamento aos prestadores e na perda de qualidade no atendimento aos atuais associados.

Custeio e Contribuição por dependentes
O Plano de Associados está em déficit há muitos anos. A AAFBB acredita que a nova forma de contribuição e a inclusão de novos artigos, que permitem a cobrança por dependente do funcionário da ativa, equilibrem financeiramente a Cassi e a recomposição da reserva.

Governança
A proposta de alteração apresenta mudanças na governança da Caixa de Assistência. Após análise, a AAFBB concluiu que as alterações não colocam em risco a gestão da Cassi. Além disso, a instituição da Assembleia de Associados irá aumentar o poder dos assistidos, possibilitando decisão em situações de impasse. É importante frisar que a Diretoria de Administração e Finanças e a Diretoria de Rede de Atenção à Saúde ficarão com os eleitos.

Preservação de direitos e Intervenção da ANS
Hoje a situação financeira encontrada na Cassi está passível de uma intervenção da ANS. Essa intervenção apresenta um cenário incerto com relação aos programas que não fazem parte do rol de exigências da agência reguladora. Sendo assim, com uma intervenção, os associados poderão perder programas como o Programa de Assistência Farmacêutica, Programa de Atenção Familiar e a CliniCassi, benefícios conquistados ao longo dos anos de existência da Caixa.

Voto de Minerva
O Banco do Brasil, após reação contrária por parte das entidades representativas, retirou da proposta o Voto de Minerva no Conselho Deliberativo.

VOTE SIM PARA MANTER A PERENIDADE DA CASSI!

Confira a Carta Aberta da presidente Loreni de Senger no Facebook oficial da AAFBB.

VEJA TAMBÉM