Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória

7 de junho de 2021

No dia 1 de junho voltou a ser obrigatória a prova de vida para aposentados e pensionistas do INSS. Essa medida é necessária para combater possíveis fraudes, pagamentos indevidos e garantir a manutenção do benefício. Dos 35 milhões dos segurados, 24 milhões já realizaram o procedimento, para os demais que ainda precisam realizar a prova, confira como proceder.

Banco do Brasil

Correntistas e poupadores que recebem seu benefício na modalidade conta corrente podem realizar a prova de vida direto no aplicativo do BB.  Acesse a opção “Serviços”, em seguida “INSS” e “Prova de vida INSS”, será necessário tirar foto do documento de identificação e uma selfie. Após análise do banco, é só acompanhar pelo próprio aplicativo se a prova foi aceita e qual o seu prazo de validade. Esse serviço está disponível desde o dia 5 de março.

Prova de vida presencial

Aposentados e pensionistas com a biometria bancária cadastrada conseguem realizar a prova de vida nos caixas eletrônicos dos seus respectivos bancos. Os beneficiários sem a biometria cadastrada, precisam ir a sua agência bancária portando CPF e documento oficial com foto.

Prova de vida em domicílio

Essa opção de atendimento está disponível apenas para os segurados que não tem condições de se locomoverem, mediante comprovação do seu estado de saúde através de documentos médicos. Será preciso ligar para o número 135 ou acessar o site MEU INSS para agendar a prova de vida.

Prova de vida digital

Até o momento essa modalidade não está disponível para todos, somente para um grupo de segurados que o INSS escolheu previamente para a realização de um projeto piloto onde a prova de vida seria realizada por biometria facial, com base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os pagamentos dos benefícios serão bloqueados já no mês de junho, começando para quem não realizou a comprovação em março do último ano. Por isso, o Instituto Nacional do Seguro Social divulgou um calendário para a regularização da prova de vida. E após ter sido realizada, os segurados devem acompanhar o seu andamento no site do MEU INSS.